Câmara de Comércio e Indústria está empenhada no fortalecimento empresarial

Compartilha

A Câmara de Comércio e Indústria de Angola (CCIA) está a trabalhar para reforçar a sua acção no contexto económico, visando o fortalecimento da actividade empresarial, diversificação da economia e criação de emprego

Vicente Soares destaca os desafios da organização © Fotografia por: Edições Novembro
Esta posição foi manifestada há dias pelo presidente da CCIA, engenheiro Vicente Soares, em entrevista ao Jornal de Angola, realizada via e-mail. Segundo reafirmou Vicente Soares, o ano passado a Câmara realizou diversas actividades para a concretização deste objectivo.

De acordo com o responsável, foram realizados encontros e audiências com vários departamentos ministeriais, com o objectivo de apresentar a nova direcção, por um lado e por outro, obter dos titulares desses departamentos ministeriais informações sobre os diferentes programas em curso no país com particular destaque para aqueles que têm a ver com a actividade empresarial, mormente a diversificação da economia, bem como da criação de emprego e a redução da pobreza.

Manteve ainda encontros com instituições públicas, que permitiram o relançamento da cooperação com as distintas instituições no sentido de identificar áreas e formas de desenvolver acções conjuntas
Dentre as instituições visitadas, destaca-se o INAPEM (Instituto Nacional de Apoio á Micro Pequenas e Médias Empresas) com o qual assinou um acordo de cooperação baseado, principalmente, em acções de formação profissional para desenvolver capacidade de elaboração de estudos de viabilidade, planos de negócios e gestão de empresas, com particular enfoque na formação de um grupo de formadores seleccionados pela câmara.

Assim, durante o ano de 2020, a câmara disponibilizou várias ofertas formativas que resultaram na certificação de 47 formandos, em diversos cursos, como Gestão de Recursos Humanos, Contabilidade informatizada, Operações Bancárias, entre outros.

Igualmente, foi realizado o curso sobre Mapeamento de Mercados para Exportações, que culminou com a formação de 20 jovens formadores. No âmbito da diplomacia económica, a câmara manteve encontros com diversos embaixadores, entre os quais, da Turquia, da Índia, Zimbabwe e da Bélgica. “Esses encontros visaram o relançamento das relações de cooperação por via das congéneres nesses países, através da actualização dos acordos de cooperação e a a promoção de acções concretas a desenvolver conjuntamente”, disse Vicente Soares, presidente da CCIA.

Dos encontros entre a Direcção da CCIA e o embaixador da Bélgica, resultou o estabelecimento de uma agenda de contactos periódicos, com calendarização e acções.

  1. whoah this blog is fantastic i really like studying your articles. Stay up the good paintings! You realize, a lot of people are searching round for this info, you could aid them greatly.

  2. Excellent web site. Plenty of helpful information here. I am sending it to several pals ans also sharing in delicious. And naturally, thanks in your effort!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.