65 milhões de euros para apoio agrícola

A União Europeia disponibilizou 65 milhões de euros para execução do programa de Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional (FRESAN) no sul de Angola.

 

De acordo com a Angop, que cita o representante da FAO na região sul, Matteo Tonini, 24,6 milhões estão destinados a uma componente das subvenções de projectos ligados à agricultura e nutrição.
Com duração de quatro anos, o projecto implementado pelo Fundo das Nações Unidas para Agricultura (FAO) tem como objectivo prevenir as perdas pós-colheita, melhorar o armazenamento e reser-va de alimentos, incentivar o associativismo em cooperativas, preservação, con-
servação, transformação de produtos hortícolas e implementação de sistemas de captação e conservação de